fbpx

Conheça 5 serviços gratuitos do SUS

O SUS é responsável por atender cerca de 70% de toda a população brasileira

Em números gerais, o Sistema Único de Saúde absorve a demanda por atendimento de cerca de 147 milhões de pessoas. Isso é mais do que a população de países como Rússia e México. Além do atendimento primário feito em postos de saúde e hospitais, os serviços gratuitos do SUS incluem: calendário de vacinação, tratamento para doenças crônicas, transplantes, cirurgias bariátricas e até mesmo fornecimento de medicamentos de alto custo de modo vitalício. 

O dinheiro investido no SUS para manter toda esta infraestrutura vem da coleta de impostos, o que torna possível a existência das assistências atuais e também a adição de novos serviços conforme a necessidade (vide ações de combate à pandemia de coronavírus).

A complexidade do sistema, o crescimento populacional frequente e o baixo investimento na saúde pública trazem alguns problemas que já são nossos velhos conhecidos, mas é preciso reconhecer que o SUS é, sim, uma grande potência. Só para você ter uma ideia, em países que não possuem sistema público de saúde, uma simples consulta de avaliação com solicitação de exames pode custar mais de R$2000 reais (segundo cotação do dólar em 03/05/2021).

Além da lista de serviços que vamos te mostrar abaixo, órgãos regulamentadores como a Anvisa e atendimento de emergência como o SAMU também pertencem ao SUS. Sem eles, não teríamos acesso a uma série de serviços de maneira gratuita, expondo a população a custos ainda mais altos. 

Conheça alguns dos serviços gratuitos do SUS

Pré-natal: Toda gestante, de Norte a Sul do país, possui direito a receber acompanhamento integral pelo SUS. Isso inclui uma série de exames como ultrassonografia, exames de sangue, sorologias e etc. Você pode conferir a lista completa aqui

Se você buscar este atendimento em rede particular, os custos podem passar facilmente de R$2mil reais. Vale a pena ressaltar que a maioria dos planos de saúde possuem carência de no mínimo 6 meses para obstetrícia. Por isso você não conseguirá ter acesso a esse atendimento ao contratar um plano depois de descobrir a gravidez, sem contar os custos com a mensalidade.  

Tratamento oncológico: Quando falamos em tratamento oncológico, precisamos considerar uma série de fatores, desde o estágio do câncer até sua raridade e complexidade. Existem cerca de 200 tipos de câncer e o SUS oferece tratamento para todos eles. A atenção inclui não só sessões de quimioterapia e radioterapia como fornecimento de medicações, suplementos, internação, consultas com especialistas, cirurgias, transfusões e muito mais. 

Os custos em rede particular com um tratamento que possui tantas variáveis atinge somas exorbitantes. Para se ter uma ideia, o preço de apenas uma sessão de quimioterapia para tratamento de câncer de mama gira em torno de R$1783,00, sem contar transporte, medicamentos de uso diário, transfusões, cirurgias, consultas, exames e demais procedimentos que podem ser necessários ao longo do tratamento. Aqui você pode acessar uma lista fornecida pelo INCA com as unidades de saúde habilitadas para tratamento de câncer via SUS

Bancos de sangue: Apesar da existência de hemocentros privados, a rede pública ainda absorve a maior parte da demanda e doações. Seja para atender vítimas de acidente, anêmicos, pacientes oncológicos ou qualquer outra necessidade. Estes bancos de sangue possuem a responsabilidade de fazer a triagem, coleta, armazenamento e distribuição das doações. 

Calendário de vacinação: Este é um dos principais serviços gratuitos do SUS. A vacinação em massa é responsável por erradicar doenças como a poliomielite (paralisia infantil) e a varíola no Brasil. O calendário de vacinação fornecido pelo SUS contempla todas as doses recomendadas pela OMS contra as mais diversas vacinas como a da Gripe, Hepatites, Antirrábica, BCG, Meningite e muito mais. 

O objetivo é proteger a população desde os primeiros dias de vida e reduzir o número destas doenças com potencial letal. Recentemente foi adicionado a este programa, as vacinas contra o novo coronavírus. Você pode conferir o calendário de vacinação integral aqui. 

Fornecimento de remédios: De diabéticos a portadores do HIV, o SUS disponibiliza para a população uma série de medicamentos que se adquiridos em farmácias, teriam um alto impacto sobre a renda do brasileiro, principalmente quando consideramos o ganho médio mensal de R$1800 reais. Alguns medicamentos, dentre eles os de alto custo para tratar doenças como a psoríase, precisam ser assegurados  por meio de recurso, mas uma vez que o direito é garantido, se torna vitalício. Confira a lista completa aqui.

Quando não totalmente custeados pelo SUS, possuem um abatimento considerável no valor para serem adquiridos em farmácias pelo programa Farmácia Popular.

Como você pode ver, a lista de serviços gratuitos fornecidos pelo SUS é extensa. Além destes que citamos, existem muitos mais. Você provavelmente já recorreu a um destes itens sem nem pensar que ele faz parte do SUS. Para saber mais a respeito de todos os programas que o Sistema Único de Saúde oferece, acesse https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z-1/s/sistema-unico-de-saude-sus-estrutura-principios-e-como-funciona.